[google-translator]

Menu

Disciplinas Transversais

Histórico

A Educação a Distância é a modalidade educacional em que a mediação didático-pedagógica dos processos de ensino e aprendizagem ocorre por meios e tecnologias de informação e comunicação, com atividades educativas desenvolvidas em lugares ou tempos diversos (Decreto 5.622, de 19.12.2005). Essa modalidade educacional tornou-se bastante atrativa e popular em países desenvolvidos e especificamente em Universidades de renome internacional (Oxford, Cambridge, Harvard, MIT e outras) que contam com Internet de banda larga. Tais ações caracterizam um avanço importante no processo de troca de informações que são demandadas na evolução de processos de ensino e aprendizagem modernos.

No Brasil, as iniciativas foram introduzidas ao final de 1996 e regulamentadas entre 2000 e 2004. Em sua maioria, essas iniciativas estiveram vinculadas à graduação, porém, até o presente com poucos ou modestos avanços na pós-graduação. No âmbito da pós-graduação, o ensino não presencial pode potencializar várias ações no que se refere ao ensino e a pesquisa. No caso do ensino, a oferta de disciplinas não presenciais pode fornecer importante impacto na otimização de recursos humanos dispendidos em disciplinas formativas que são comuns (transversais) a um conjunto importante de cursos (ex., estatística, metodologia da pesquisa, filosofia da ciência, etc.).

Tradicionalmente, muitas dessas disciplinas são ministradas no seio de cada curso ou programa ao invés de serem ofertadas de forma mais abrangente. Além de melhorar a oferta de disciplinas formativas, disciplinas não presenciais podem otimizar as atividades de muitos pesquisadores, os quais frequentemente precisam afastar-se ou distanciar-se de suas atividades de pesquisa para se dedicarem a essas importantes atividades de ensino. O tempo e a atenção dedicados ao ensino de disciplinas formativas acarretam aumento das já elevadas demandas na pós-graduação. Ainda que muitos docentes tenham prestado importante contribuição e sejam bastante proficientes ministrando disciplinas formativas, muitos não possuem a mesma fluência quando comparados a outros com vasta experiência e aprofundamento em temas específicos. Logo, a replicação de disciplinas em numerosos programas de pós-graduação não parece uma solução atrativa e pode ser suprida por ações que envolvem atividades remotas. A oferta de disciplinas à distância não visa apenas a otimização de recursos humanos, mas também se mostra como uma opção importante em instituições que possuem campus distantes. Muitos recursos podem ser potencializados com a oferta de disciplinas em modelo remoto.

Recentemente, a UFPR, numa iniciativa pioneira no país lançou uma disciplina intitulada “Escrita Acadêmica em Inglês”, ministrada pelo Prof. Ron Martinez, que é docente da UFPR. A disciplina compreendeu um modelo híbrido que contou com 250 alunos em regime presencial e outros 250 alunos em regime remoto. Esse é o registro de maior turma realizada na pós-graduação da UFPR e do país. Essa disciplina não constituiu apenas uma excelente iniciativa para promover ferramentas formativas, mas também para alavancar a internacionalização da universidade. A parcela da oferta remota dessa disciplina tem sido efetuada por meio de transmissão ao vivo (“live streaming”) na qual os alunos em regime não presencial podem acompanhar as aulas, ter acesso aos materiais didáticos e interagir instantaneamente com o professor por intermédio de tutores. Além da interação, as aulas são gravadas e disponibilizadas para consulta posterior dos alunos, o que facilita ainda mais a absorção de conteúdos. A experiência tem demonstrado que esse modelo garante pleno desenvolvimento do conteúdo, competências e habilidades esperadas e existentes na modalidade presencial. Os recursos tecnológicos foram desenvolvidos com ferramentas simples e em formato aberto de forma que os investimentos foram mínimos. Os maiores desafios estão associados à necessidade de modernização de equipamentos e facilidades e no aporte de recursos humanos para que os pressupostos de acompanhamento supervisionados dos discentes sejam atendidos e que a qualidade seja garantida.

Nessa mesma dinâmica, existe um conjunto de ações nacionais e internacionais que podem ser desenvolvidas de forma a potencializar as ações de ensino e pesquisa no âmbito da pós-graduação. É clara possibilidade de contar com docentes de excelência de várias instituições no país para constituir grupos que possam desenvolver atividades de ensino e pesquisa através desses recursos. Seria muito produtivo contar com a expertise de pesquisadores de renome para a oferta nacional e internacional de disciplinas que possam agregar conhecimento a vários programas brasileiros de pós-graduação, os quais carecem de meios e formas viáveis para potencializar essas ações. Assim, a criação de uma plataforma nacional de ensino e que conte com a adesão de várias instituições pode modificar o cenário nacional e permitir que essas novas tecnologias potencializem as ações da pós-graduação.

Em áreas de natureza predominantemente teórica, é possível a criação de propostas de programas de pós-graduação integralmente concebidos no formato remoto, sem prejuízo à qualidade de qualquer uma de suas ações. De fato, num país de dimensões continentais, novas dinâmicas precisam ser implementadas para que muitos programas possam dividir e compartilhar ações inovadoras que melhorem a qualidade e preservem a excelência da pós-graduação.

Em 2018, a UFPR, numa iniciativa pioneira no país lançou uma disciplina intitulada “Escrita Acadêmica em Inglês”, ministrada pelo Prof. Ron Martinez, diretor do CAPA (Centro de assessoria de Publicação Acadêmica), Assessor de Políticas Pedagógicas de Internacionalização e docente Departamento de Letras Estrangeiras Modernas – DELEM na UFPR. A disciplina compreendeu um modelo híbrido que contou com 250 alunos em regime presencial e outros 250 alunos em regime remoto. Esse é o registro de maior turma realizada na pós-graduação da UFPR e do país. Na sequência ofertamos as disciplinas de “Métodos estatísticos em pesquisa científica”, ministrada pelo Prof. Paulo Justiniano Ribeiro Júnior, do Departamento de Estatística da UFPR e Coordenador do LEG – Laboratório de Estatística e Geoinformação. A disciplina contou com 131 alunos nos formato presencial e remoto.

A disciplina de Métodos de Pesquisa (Métodos de Pesquisa, Métodos de Pesquisa Quantitativos e Qualitativos), foi ministrada por um coletivo de docentes altamente capacitados nas suas diferentes facetas (métodos quanti e qualitativos), contou com a participação de 188 alunos nos formatos presencial e remoto. Essas disciplinas não constituíram apenas uma excelente iniciativa para promover ferramentas formativas, mas também para alavancar a internacionalização da Universidade. A parcela da oferta remota dessa disciplina tem sido efetuada por meio de transmissão ao vivo (“live streaming”) na qual os alunos em regime não presencial podem acompanhar as aulas, ter acesso aos materiais didáticos e interagir instantaneamente com o professor por intermédio de tutores. Além da interação, as aulas são gravadas e disponibilizadas para consulta posterior dos alunos, o que facilita ainda mais a absorção de conteúdos. A experiência tem demonstrado que esse modelo garante pleno desenvolvimento do conteúdo, competências e habilidades esperadas e existentes na modalidade presencial. Os recursos tecnológicos foram desenvolvidos com ferramentas simples e em formato aberto de forma que os investimentos foram mínimos. Os maiores desafios estão associados à necessidade de modernização de equipamentos e facilidades e no aporte de recursos humanos para que os pressupostos de acompanhamento supervisionados dos discentes sejam atendidos e que a qualidade seja garantida.

Conforme nossa experiência com as disciplinas transversais em anos anteriores, fizemos um levantamento a partir do sinal, ou seja, de onde os alunos matriculados estavam acessando remotamente o Moodle. Tivemos uma agradável surpresa ao descobrir que obtivemos acessos várias cidades do Paraná (Mafra, Cascavel, Londrina, Maringá, Matinhos, dentre outras), outras cidades no Brasil (São Paulo, Belém, Joinville, Belo Horizonte, dentre outras), assim como no exterior (New York, Chicago, Assuncion, Saint Julian´s, Newark, Athone, dentre outras). Assim sendo, tal feito vai de encontro ao objetivo que estamos nos propondo, de propagar a internacionalização aumentando o ensino de qualidade.

No semestre passado foram ofertadas três disciplinas: Métodos Estatísticos em Pesquisa Científica, Filosofia da Ciência e da Tecnologia, Research Data Management in Data Intensive Computing (esta última com carga horária reduzida e conteúdo específico – banco de dados). No quadro abaixo, colocamos as indicações das próximas disciplinas a serem ofertadas no próximo semestre.

 

Ofertas para as Disciplinas Transversais do 2.º semestre de 2019.

Disciplinas ofertadas (2.° semestre/2019)

Clique nos links abaixo para ver os detalhes

Período de inscrição
Metodologia de Pesquisa Científica 2019.2 de 08/07/2019 a 07/08/2019
Escrita Acadêmica em Inglês 2019.2 de 08/07/2019 a 15/08/2019

* As disciplinas possuem vagas nas modalidades remotas presenciais e poderão matricular-se na disciplina alunos regularmente matriculados na pós-graduação stricto sensu da UFPR e docentes credenciados na pós-graduação stricto sensu da UFPR.

* A matrícula deve ser feita diretamente através do SIGA, no portal do aluno e docente.

Universidade Federal do Paraná
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Rua Dr. Faivre, 405 - Ed. Dom Pedro II, 1º andar
Centro - CEP: 80060-140
Curitiba (PR), Brasil

Universidade Federal do Paraná
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Rua Dr. Faivre, 405 - Ed. Dom Pedro II, 1º andar
Centro - CEP: 80060-140
Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná - Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação