FOPROP SUL - Fórum de
Pró-Reitores de Pós-Graduação e Pesquisa da Regiao Sul

Menu

Turismo


Curitiba possui lindos pontos turísticos e, para quem não possui muito tempo, a Prefeitura criou a LINHA TURISMO, uma linha de ônibus especial que circula nos principais pontos turísticos de Curitiba.

Com este passeio, é possível conhecer os parques, praças e atrações da cidade. Com a aquisição de uma cartela com 5 tíquetes o visitante poderá contemplar e desfrutar de 25 pontos turísticos no total sendo que é permitido desembarcar em apenas 4. Os quatro pontos turísticos escolhidos para visitar o visitante poderá ficar pelo tempo que quiser, reembarcando nos próximos ônibus que tem a cada 30 minutos. O serviço opera regularmente de terça a domingo, a partir das 9h00 até as 17h30, com saída inicial na Praça Tiradentes, no centro da cidade.

Para maiores informações os interessados podem acessar o link http://www.turismo.curitiba.pr.gov.br/conteudo/linha-turismo/10

 

Alguns pontos turísticos sugeridos:

 

Universidade Federal do Paraná/Teatro Guaíra

 A UFPR é a primeira universidade do Brasil, fundada em 1912 e considerada um monumento arquitetônico em estilo neoclássico. Do outro lado da Praça Santos Andrade está o Teatro Guaíra, um dos maiores da América Latina. Foi inaugurado em 1884 em outro local com outro nome. Reconstruído em 1952, só ficou totalmente pronto na década de 70. Têm três auditórios, o maior deles com 2173 lugares e um painel em alto-relevo de Poty Lazzarotto na entrada principal.

Museu Oscar Niemeyer

O MON, como é conhecido, é um dos maiores museus da América Latina. Seu acervo abriga mais de 2.200 obras de artistas reconhecidos nacional e internacionalmente. Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, sua estrutura de 35 mil m² se destaca entre 144 mil m² de área verde. O complexo é formado pelo prédio principal, projetado em 1967, o novo anexo, concebido em 2001 e inspirado na araucária, árvore de grande porte e símbolo do Paraná. A forma elíptica e as paredes de vidro desse novo anexo conferiram ao MON o carinhoso e popular apelido de “Museu do Olho”.

Jardim Botânico

O atrativo mais visitado de Curitiba. Além da estufa que lembra o antigo Palácio de Cristal de Londres, dos jardins geométricos e do bosque de mata nativa, o lugar abriga o Museu Botânico, com espécies que são referência nacional. O Museu ainda tem espaço para exposições, biblioteca e auditório. No local, também é possível visitar o Jardim das Sensações, trilha de 200 metros de extensão que o visitante percorre de olhos vendados, conhecendo com os demais sentidos plantas e algumas paisagens naturais.

Bosque João Paulo II/Memorial Polonês

Foi inaugurado em 13 de dezembro de 1980, logo após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba, em julho do mesmo ano.  Sua área, de 46 mil m², fez parte da desapropriação que envolveu a antiga fábrica de velas Estearina. As sete casas feitas de troncos são lembrança viva da fé e da luta dos imigrantes poloneses, contendo objetos como a velha carroça, a pipa de azedar, repolho e uma imagem da padroeira, a Virgem Negra de Czestochowa. O quadro da padroeira está na casa abençoada pelo Papa, que serviu de capela no dia de sua visita. Em Curitiba, a imigração polonesa começou em 1871.

Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski

Com estrutura tubular e teto transparente, a Ópera de Arame é um dos símbolos emblemáticos de Curitiba. Inaugurada em 1992, acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico, e tem capacidade para 1.572 espectadores. Em meio a lagos, vegetação típica e cascatas, faz parte do Parque das Pedreiras juntamente com a Pedreira Paulo Leminski, que desde 1989 é cenário para a encenação da Paixão de Cristo e outros grandes eventos. A Pedreira pode abrigar, ao ar livre, 20.000 pessoas.

Parque Tanguá

Inaugurado em 1996, faz parte do projeto de preservação do Rio Barigui, juntamente com o Parque Tingui e Barigui. Destacam-se no parque duas pedreiras, unidas por um túnel de 45m, que pode ser atravessado a pé por uma passarela sobre a água. Possui pista de cooper, ciclovia, mirante, lanchonete e o Jardim Poty Lazzarotto. Considerado um dos melhores locais para apreciar o pôr do sol em Curitiba.

Memorial Ucraniano/Parque Tingui

Seu nome faz homenagem aos índios que habitavam a região. Criado em 1994, localiza-se na faixa de preservação junto ao Rio Barigui.

O Memorial Ucraniano é uma réplica da Igreja de São Miguel, localizada em Mallet, no interior do estado. Sua construção segue as normas da religião ortodoxa: cúpula oitavada revestida de cobre, faces representando os quadrantes do entendimento humano, altar voltado para o leste e telhado em pinho. Abriga exposição de pêssankas e ícones.

 

Setor Histórico

Um passeio imperdível por locais que revelam o passado da antiga Vila Nossa Senhora da Luz e preservam a memória de Curitiba. Na rua com calçamento de pedras irregulares estão os casarios preservados, as igrejas da Ordem e do Rosário, o velho bebedouro, o Memorial de Curitiba, o Palacete Wolf, a Sociedade Garibaldi, as Ruínas de São Francisco e o Museu Paranaense. É ponto de encontro dos curitibanos à noite, em seus diversos bares, e aos domingos pela manhã, quando acontece a tradicional feira de artesanato, com mais de mil artesãos, das 9h às 14h.

Informações e fotos divulgação retiradas da página da prefeitura turismo e prefeitura cultura: http://www.turismo.curitiba.pr.gov.br/conteudo/linha-turismo/10  e http://www.cultura.pr.gov.br/galeria/1644/5141/Visitas-guiadas-ao-Teatro-Guara-acontecem-tambm-nas-frias.html

 

 

 

                                 

 

 

Universidade Federal do Paraná
Universidade Federal do Paraná
Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná - FOPROP SUL – Fórum de Pró-Reitores de Pós-Graduação e Pesquisa da Regiao Sul

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação