PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Menu

Mais Informações

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Engenharia de Alimentos.

LINHAS DE PESQUISA:

  1. Engenharia de Processos na Indústria de Alimentos;
  2. Ciência e Tecnologia de Processos e Produtos Alimentícios.

 

LINHAS E PROJETOS DE PESQUISA

 

Os projetos de pesquisa do PPGEAL estão intimamente relacionados à expertise dos docentes e apresentam caráter transversal, com múltiplos pesquisadores. Os trabalhos de mestrado e doutorado dos pesquisadores do programa se inserem nesses projetos de pesquisa. Atualmente, os projetos de pesquisa do programa se distribuem de forma relativamente equilibrada em duas linhas de pesquisa estruturantes:

 

ENGENHARIA DE PROCESSOS NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

  1. Engenharia de bioprocessos na indústria de alimentos
  2. Modelagem e otimização de processos alimentícios
  3. Processos de separação e transformação na indústria de alimentos
  4. Propriedades termodinâmicas de alimentos
  5. Tratamento de efluentes na indústria de alimentos.

 

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PROCESSOS E PRODUTOS ALIMENTÍCIOS

  1. Desenvolvimento de produtos de origem animal
  2. Desenvolvimento de produtos de origem vegetal
  3. Qualidade e segurança alimentar

 

A linha de pesquisa ENGENHARIA DE PROCESSOS NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS objetiva avaliar todos os aspectos relacionados ao processamento de alimento. São abordados aspectos fundamentais, como a determinação experimental e teórica de propriedades termodinâmicas e de equilíbrio de fases, até o desenvolvimento de processos de separação e de transformação de alimentos. Os projetos ligados à engenharia de bioprocessos e ao tratamento de efluentes demonstram que as pesquisas do programa estão relacionadas a todas as etapas pertencentes a indústria de alimentos, o que reafirma seu compromisso integral com todas as fases e etapas dos processos produtivos. Por fim, os trabalhos devotados à modelagem e otimização dos processos industriais da área de alimentos permeiam vários projetos dessa linha.

 

Os trabalhos desenvolvidos nessa linha de pesquisa apresentam um enfoque em temas atuais, como uso de “solventes verdes” empregados na extração, separação e purificação de compostos fenólicos, proteínas, flavonoides e aminoácidos de interesse das indústrias de alimentos, aproveitamento sustentável de matrizes provenientes da Mata Atlântica e processos de secagem (spray dryer, desidratação por camada de espuma, congelamento a vácuo como pré-tratamento na liofilização). No que se refere aos processos de separação, os trabalhos têm contemplado desde operações clássicas (destilação, adsorção e extração líquido-líquido) até operações não convencionais (separação por membranas e extração com fluido supercrítico e pressurizado). Os trabalhos relacionados aos processos biotecnológicos têm abordado tratamento enzimático acoplado com membranas no tratamento do soro de leite e destilação com reciclo adequado para produção de bebidas sem álcool. Além disso, com o reaproveitamento de resíduos agroindustriais tem-se desenvolvido matrizes poliméricas, filmes e embalagens biodegradáveis além de catalisadores empregando a nanotecnologia. Ressalta-se ainda o desenvolvimento de bioprocessos para o desenvolvimento de coadjuvantes e biocoadjuvantes de interesse industrial.

 

A linha de CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PROCESSOS E PRODUTOS ALIMENTÍCIOS tem desenvolvido estudos que envolvem o efeito do processamento sobre as características tecnológicas e/ou funcionais de matrizes de origem vegetais e animais com a aplicação da Ciência de Alimentos e Metodologias Analíticas Instrumentais de última geração. Tais estudos incluem análises de cromatografia líquida de ultra performance (UPLC) e espectroscopia na região do infravermelho próximo (NIR). Nesse contexto, alguns trabalhos visam a obtenção e caracterização de compostos bioativos provenientes de matrizes e resíduos de grande incidência na região. Em alguns estudos, tem-se conseguido propor o aproveitamento quase que completo de espécies nativas da região e, assim, criando-se bases para o desenvolvimento de produtos e processos sustentáveis. Alguns trabalhos têm se destacado na melhoria e segurança alimentar no processamento de produtos cárneos, de panificação, de bebidas, de laticínios, mel e de novos produtos, além da valorização de resíduos agroindustriais. A caracterização, estudo reológico e a análise sensorial de novos produtos também tem sido foco dos trabalhos desta linha de pesquisa.

 

De forma transversal às duas linhas de pesquisa, os trabalhos do PPGEAL têm estudado matrizes vegetais e seus coprodutos tais como café, erva-mate, pinhão, soja, gengibre, yacon, cana de açúcar; frutas; plantas medicinais, aromáticas e condimentares, além espécies nativas da Mata Atlântica, sendo algumas de caráter exótico com elevado potencial para estudos técnico-científicos.

 

O programa destaca que estas linhas de pesquisa se completam na abordagem dos problemas relativos ao processamento de alimentos, os quais são necessários para garantir a completude dos ciclos produtivos envolvidos. É comum à ambas as linhas a abordagem de temas atuais com o uso de métodos e técnicas de pesquisa modernas e alinhadas às exigências científicas. De fato, a excelência dos estudos desenvolvidos no programa tem permitido a inserção de seus trabalhos em revistas de elevado impacto internacional.

 

Destaca-se ainda que TODOS os projetos de pesquisa do programa apresentam algum tipo de financiamento ou fomento, sejam eles de caráter institucional ou relacionados aos docentes e seus grupos de pesquisa.

Universidade Federal do Paraná
ENGENHARIA DE ALIMENTOS
Av. Francisco Heráclito dos Santos, 100
Centro Politécnico - Curitiba
Telefone: (41) 3361-3232
E-mail: posalim@ufpr.br

Universidade Federal do Paraná
ENGENHARIA DE ALIMENTOS
Av. Francisco Heráclito dos Santos, 100
Centro Politécnico - Curitiba
Telefone: (41) 3361-3232
E-mail: posalim@ufpr.br

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná - ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação