Menu

Proposta Curricular

Estrutura Curricular

Na organização do mestrado acadêmico têm sido observados os seguintes princípios gerais: flexibilidade curricular, que atenda à diversidade de tendências do conhecimento e ofereça possibilidades de aprimoramento científico, técnico, cultural e de inovação, abertura a candidatos com diferentes formações profissionais, desde que atendam aos critérios de seleção aprovados pelo Colegiado do Programa. 
Pretende-se com a estrutura curricular proposta pelo PPGAN permitir o estabelecimento de uma sólida formação em ciência, bem como garantir um conjunto de disciplinas que suporte a ênfase definida em cada linha de pesquisa. 
A estrutura curricular está organizada em disciplinas de domínio conexo ou específico à área de concentração e linhas de pesquisa. As disciplinas se subdividem em disciplinas de caráter obrigatório, eletivo e em atividades complementares, de modo a conferir flexibilidade curricular e atender aos interesses dos alunos.
As disciplinas ofertadas são ministradas sob a forma de preleções, seminários, discussões em grupo, trabalhos práticos e outros procedimentos didáticos previstos no plano de ensino de cada unidade curricular.
O currículo do Mestrado, para ser integralizado, deverá ter o cumprimento de, no mínimo, 38 (trinta e oito) créditos distribuídos em:
a) 29 (vinte e nove) créditos relativos às disciplinas obrigatórias; 
b) 09 (nove) créditos relativos a disciplinas eletivas, à escolha, juntamente com o professor orientador. 
O discente poderá obter a integralização dos créditos exigidos, cursando disciplinas da própria área de concentração ou disciplinas afins, do domínio conexo, de acordo com o seu plano de estudo. Essas disciplinas, por serem de caráter interdisciplinar, são consideradas convenientes ou necessárias para completar a formação do estudante.
As disciplinas obrigatórias sem a possibilidade de equivalência são: 
a) Políticas Públicas de Alimentação e Nutrição; b) Metodologia da Pesquisa; d) Seminário I; e) Seminário II f) Prática de Docência I (obrigatória para os bolsistas); g) Prática de Docência II; h) Qualificação; f) Elaboração e defesa da dissertação; g) Orientação e elaboração da Dissertação; h) Seminário Integrado de Pesquisa I; i) Tópicos Especiais em Alimentação e Nutrição I.
As disciplinas eletivas devem ser selecionadas, juntamente com os orientadores dentre o elenco do currículo por meio de plano de estudos.
A disciplina de Tópicos Especiais em Alimentação e Nutrição II, dois créditos, de caráter não regular, tem como objetivo oferecer ao aluno a oportunidade de estudar temas de seu interesse relacionado com a área especifica, de importância para sua formação e não abordados nos conteúdos de outras disciplinas.
Para a contabilização dos créditos é considerado um (01) crédito para cada 15 (quinze) horas de aula teórica ou aula prática, conforme a Resolução 32/17 CEPE/UFPR que estabelece as normas gerais para os cursos de pós-graduação stricto sensu no âmbito da Universidade Federal do Paraná. 
As disciplinas cursadas em outros programas de pós-graduação reconhecidos pela CAPES podem ser consideradas equivalentes, a critério do Colegiado, quando houver similaridade de tópicos ou temários didáticos e compatibilidade de carga horária. Os créditos serão contabilizados no histórico escolar do aluno de modo a contribuir para a integralização dos mesmos. 
As disciplinas sem equivalência, mas de conteúdo compatível com a área de concentração do programa de pós-graduação, poderão ter seus créditos admitidos pelo Colegiado (convalidação).  Para serem consideradas validadas, equivalentes ou convalidadas, as disciplinas devem ter sido cursadas no máximo até 5 (cinco) anos antes da solicitação de equivalência ou convalidação na UFPR. 
No caso de mestrado-sanduíche caberá ao Colegiado do Programa convalidar as disciplinas cursadas em outra instituição e determinar os ajustes necessários. 
Diante da implantação da Resolução 32/17 CEPE/UFPR, com a revisão das normas gerais para os cursos de pós-graduação stricto sensu, e também às necessidades de atualização apontadas pelos docentes e discentes ao longo dos dois últimos anos,  o colegiado do PPGAN elaborou uma proposta de ajuste curricular que tem previsão de ser implantada no segundo semestre de 2019.
Nesta proposta, houve revisão cuidadosa do elenco e ementas de disciplinas. Nos anos de 2017 e 2018, as disciplinas de Tópicos Especiais em Alimentação e Nutrição II e Atividades Complementares, por apresentarem características de ementa flexível, foram ofertadas com frequência e repetidamente pelos docentes a fim de atender a novas demandas na Proposta Curricular do Programa. 
Outra motivação para o ajuste foi o oferecimento de disciplinas transversais pela Pró-Reitoria de Pós Graduação da UFPR. As disciplinas ofertadas neste modelo, para serem consideradas equivalentes no PPGAN, precisavam ser analisadas e foram ajustadas na nova proposta, no que se refere às ementas e cargas horárias. Ajustes estes realizados priorizando a qualidade da formação conjuntamente à possibilidade de flexibilidade para o discente, na sua formação durante o programa. 
Dentre as disciplinas que integram a nova proposta, que está sob análise, destacam-se:
Disciplinas que foram incluídas, ou substituíram disciplinas do antigo currículo, na nova proposta: Alimentação e Nutrição Aplicada à Ciência e Tecnologia, Análise crítica de tabelas de composição de alimentos, Microensino, Nutrição Baseada em Evidências, Soberania Alimentar e Políticas Públicas, Epidemiologia, Análise quantitativa do consumo alimentar, Nutrição Clínica Aplicada.
Dentre as disciplinas que foram ajustadas conforme as disciplinas Transversais oferecidas pela Pró-Reitoria de Pós Graduação, destacam-se: Metodologia da Pesquisa, Redação Científica, Métodos Estatísticos em Pesquisa Científica.
Ainda nesta nova proposta, os créditos foram reduzidos  para, no mínimo 24 (vinte e quatro) créditos, distribuídos em: 13 (treze) créditos relativos às disciplinas obrigatórias e,  mantendo-se os 09 (nove) créditos relativos a disciplinas eletivas. Esta redução justifica-se para possibilitar ao discente maior mobilidade de tempo e dedicação para as atividades relativas ao projeto de pesquisa, à redação científica e também ao estudo e preparo das atividades de estágio docente, bem como para oportunizar uma maior interface com os estudantes da graduação. 
O estudo e análise da proposta curricular é atividade constante do Colegiado do PPGAN e periodicamente pretende-se avaliar as necessidades de ajuste curricular e incorporação de disciplinas para atender às necessidades de formação e principalmente qualificação da produção científica e sua divulgação.

Experiências Inovadoras de Formação

Consideramos experiências inovadoras aquelas que promovem, desenvolvem ou estimulam novos conhecimentos ou habilidades, tendo como fundamento o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais. 
Neste contexto, são consideradas experiências inovadoras: 
– Seminário Integrado de Pesquisa I. Nesta disciplina ocorre a apresentação e a discussão dos projetos de pesquisa das dissertações. É ofertada no primeiro semestre do curso. O projeto de pesquisa é avaliado por uma banca composta pelo orientador e por dois membros doutores, preferencialmente, do corpo docente da UFPR. Na apresentação deve constar a fundamentação teórica, objetivos, hipóteses, metodologia, cronograma, viabilidade e referências bibliográficas. A presença é obrigatória para todos os discentes matriculados e tem caráter de qualificação dos projetos. 
– Disciplina Seminário II. Nesta disciplina, com caráter de pré-qualificação, ocorre a apresentação e a discussão dos resultados de pesquisa obtidos e as perspectivas de conclusão da dissertação. Além dos professores responsáveis pela disciplina, a apresentação de resultados é realizada com a presença do orientador. Como estratégia metodológica, a versão preliminar da dissertação é apresentada. A disciplina é ofertada no terceiro semestre do curso. Para avaliar, estimular e promover a análise crítica, os trabalhos são apresentados em 30 minutos para uma banca de três membros, formada por discentes da mesma turma. Após a apresentação, são realizadas as arguições, contribuições e a avaliação da proposta de dissertação apresentada. Esta modalidade de banca também gera experiências para os membros da mesma, no desenvolvimento de habilidades de argumentação lógica, análise e síntese.  
 – Seminário Integrado de Pesquisa II.  É uma disciplina não regular e eletiva que tem como objetivo estimular a habilidade do trabalho em equipe, o auxílio e consequente aprendizado na orientação e acompanhamento de pesquisas a residentes, bolsistas de iniciação científica de extensão e em trabalhos de conclusão de curso de graduação.  Os discentes, além de auxiliarem na orientação de estudantes de graduação ou residência também auxiliam a elaboração de resumos de comunicação a serem submetidos para eventos científicos. É uma atividade acompanhada pelo professor orientador e poderá ocorrer a partir do 2º período.
– Seminário Integrado de Pesquisa III.  É uma disciplina de atividade não regular e eletiva que tem como objetivo a elaboração de projeto de pesquisa e encaminhamento para Comitês de Ética, elaboração, submissão e acompanhamento de artigos científicos. É uma atividade acompanhada pelo professor orientador e poderá ocorrer a partir do 2º período. 
– Disciplinas transversais ofertadas pela Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação a todos os programas da UFPR. Além do conteúdo teórico, estas disciplinas proporcionam aos mestrandos do PPGAN conhecer e compartilhar experiências com mestrandos e doutorandos de outras áreas do conhecimento. Tal processo favorece o crescimento e o estabelecimento de novas parcerias de trabalho, além de diversificar as formas de compreensão dos conteúdos. Dentre as disciplinas ofertadas nesta modalidade encontram-se: 
-? Escrita acadêmica em inglês? a disciplina, ofertada pelo Centro de Assessoria de Publicação Acadêmica (CAPA) da UFPR, com apoio da PRPPG, contou com a participação de discentes do Programa. Além disto, docentes do PPGAN estiveram presentes como professoras e tutoras, auxiliando os alunos inscritos no curso na redação de seus trabalhos.
–  ?Métodos Estatísticos em Pesquisa?, coordenada por professores do Departamento de Estatística da UFPR. Esta disciplina é ofertada simultaneamente a todos os Programas da UFPR e conta com discentes do PPGAN matriculados.
– ?Métodos de Pesquisa?, ministrada  por um conjunto de professores da UFPR. Aborda temas referentes aos Métodos de Pesquisa Quantitativos e Qualitativo.
– ?Filosofia da Ciência e da Tecnologia?, os ministrantes são professores e pesquisadores da UFPR e seus colaboradores de outras universidades nacionais e internacionais.  A disciplina tem como objetivo debater: racionalidade e progresso científicos, prática e objetividade científicas e identidade e autonomia da tecnologia.
– Criação do grupo gestor : O grupo gestor é composto pela coordenação do PPGAN, secretária e dois representantes discentes. Tem como objetivo planejar e encaminhar ações para aumentar a visibilidade do Programa e auxiliar em algumas questões administrativas. 
– Planejamento estratégico : A proposta de operacionalização do planejamento estratégico foi realizada pelos professores divididos em quatro grupos e cada grupo se responsabilizou por um dos objetivos, conforme segue: 1) Formar pesquisadores com conhecimento em filosofia da ciência para construção de novos paradigmas; 2) Produzir estudos integrados e com metodologias inovadoras; 3) Garantir o crescimento do programa no sistema oficial de pesquisa ? CAPES, de forma sustentável; 4) Contribuir na formulação e avaliação de políticas públicas. 
– Realização de ?Dia de Produção?: esta atividade, a ser realizada anualmente, contou com o apoio do Centro de Publicação Acadêmica (CAPA) da UFPR. Se trata de um modelo de  writing retreats (?retiros de escrita?) nos quais professores e estudantes se reúnem numa sala reservada para um só motivo: produzir. O evento tem sido supervisionado por professores da Universidade, especialmente capacitados para orientar a escrita acadêmica, em português e inglês.  O PPGAN tem adotado e estimulado a implantação da estratégia de ?Dia de Produção? em reuniões agendadas entre orientadores e seus orientandos visando melhorar a qualidade da redação científica dos mestrandos, bem como organizar a agenda de produção científica do grupo.
-Ajuste curricular com a inclusão de disciplinas que se adaptem às necessidades de formação do mestrando para atividade docente e também para apresentação de resultados de forma efetiva. Dentre as disciplinas incluídas como forma de melhorar a capacitação docente está a disciplina de Microensino.  Atualmente esta disciplina é oferecida na forma de Tópicos Especiais em Alimentação e Nutrição II ? Módulo Microensino. Na mesmal são abordadas técnicas de ensino para uso em aula expositiva dialogada. Abordagem dos elementos: planejamento, objetivos e aproveitamento dos conteúdos de aula. Organização do tempo e das estratégias facilitadoras do processo de ensino-aprendizagem. Já incorporada na proposta de ajuste curricular.
Outra disciplina também oferecida no formato Tópicos Especiais em Alimentação e Nutrição II  é a disciplina Nutrição Baseada em Evidências . Esta proporcionará aos estudantes conhecer a importância e apropriar-se do método de revisão sistemática quanto aos conceitos, vantagens e limitações. Além da utilização das mesmas na sustentação de práticas baseadas nas evidências em Nutrição e Alimentação para sociedade. 
– Disciplina Métodos Qualitativos: que visa proporcionar aos estudantes conhecimentos e espaço de discussão sobre a construção do objeto na pesquisa social, ética e pesquisa social, Alcances, potencialidades e limitações da pesquisa social qualitativa. Também aborda a problematização e complementaridade entre abordagens quantitativas e qualitativas.  
– Participação de professora do PPGAN no curso de Formação de Professores para ministrar disciplinas em língua estrangeira: no curso ?English as a Medium of Instruction (EMI)? ?Inglês como Meio de Instrução?. Este curso tem sido ofertado desde o início de 2018 pelo Centro de Assessoria de Publicação Acadêmica (CAPA) e pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação da Universidade Federal do Paraná. Com duração de 100 horas, o objetivo do curso é ensinar técnicas que facilitam a compreensão do estudante, e ao mesmo tempo, aumentem a confiança do professor ao ministrar disciplinas em língua inglesa.  
Ao realizar o curso os professores ficam habilitados a oferecer disciplinas nos programas de pós-graduação em língua inglesa. Esta oferta de disciplinas em língua estrangeira favorece a internacionalização do programa, uma vez que permitirá o intercâmbio de estudantes e pesquisadores que não falam português para o programa de Pós Graduação em Alimentação e Nutrição. Além disso, fortalece o domínio da língua inglesa pelos estudantes brasileiros do PPGAN, podendo favorecer o intercâmbio destes para Universidades e Centros de Pesquisas estrangeiros. A prática do ?English as a Medium of Instruction (EMI)?, segundo a Associação Brasileira de Educação Internacional, ?é fundamental para o avanço da internacionalização das IES brasileiras e para a promoção do Brasil como destino para estudantes e pesquisadores internacionais?.

Ensino à Distância

Não possui.

Disponibilizado via SIGA UFPR

Universidade Federal do Paraná
Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição
Av. Pref. Lothário Meissner, 632
Jardim Botânico - CURITIBA
Telefone:(41) 3360-4010
E-mail: pgnutricao@ufpr.br

Universidade Federal do Paraná
Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição
Av. Pref. Lothário Meissner, 632
Jardim Botânico - CURITIBA
Telefone:(41) 3360-4010
E-mail: pgnutricao@ufpr.br

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná - Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação